Mais de 200 criadores acompanham divulgação dos resultados do programa Safiras do Senepol

O programa Safiras do Senepol revelou no dia 11 de março novas doadoras jovens qualificadas na edição 2016.2 do maior programa de avaliação de fêmeas da raça no mundo. Seis novas campeãs de dois grupos, mais 45 Safiras Top 10 e 119 Superior foram apresentadas aos mais de 200 presentes na reunião final, que aconteceu em Pirajuí/SP.

O encontro começou com uma confraternização na noite anterior e seguiu no sábado com uma reunião na Câmara Municipal de Pirajuí, onde nove técnicos falaram antes da apresentação dos resultados. “Para nós é um motivo de muita honra ter a casa cheia para uma reunião como essa, o que indica que o programa tem uma aceitação e uma relevância muito grande nesse processo de melhoramento genético da raça”, declarou Júnior Fernandes, da Grama Senepol e da S+, uma das coordenadoras da prova.

03_1Apresentacaosafiras2016-2

Auditório da Câmara dos Vereadores de Pirajuí lotou para a reunião final do Safiras do Senepol 2016.2, no dia 11 de março. (Fotos: Assessoria de Comunicação Grama Senepol)

No período da tarde, após almoço oferecido pelos organizadores, todos foram à Fazenda da Grama conhecer as novas doadoras, entre elas as duas campeãs de um total de 340 novilhas inscritas nos dois grupos para os 150 dias de teste – foram 27 os descartes por aprumo, chanfro, mancha e outros itens desclassificantes.

Júnior Fernandes, da Grama e da S+, abriu o encontro em Pirajuí agradecendo os mais de 200 presentes à reunião final.

Júnior Fernandes, da Grama e da S+, abriu o encontro em Pirajuí agradecendo os mais de 200 presentes à reunião final.

No Grupo 1, que teve 149 fêmeas inscritas com 17 meses de média de idade, a campeã foi GRAZ 122, filha de WC754A em GENE 771 (Caribe 35 da Genetropic), uma filha de campeã do Safiras que o condomínio Grama/ZB Senepol vendeu metade para Rodrigo Cuzzi, em 2016. Em segundo lugar ficou BRM 140 (AMI 635 Flor de Mayo x JAJ 733-07 / Sol 100), da Brandamundo. Em terceiro, o estreante Interfogos Senepol fez a novilha Fogo 033 (CN 1029S x Paranoá 124 / SCR 6001S). Nesse grupo, também foram qualificadas 20 Safiras Top 10 de nove criatórios diferentes e mais 49 enquadradas como Safira Superior.

03_4CampeaGrupo1-2016-2

Entrega do troféu para campeã do Grupo 1, GRAZ 122: (da esquerda) Deizinho Bellodi (ZB Senepol), José Antônio Fernandes Netto (Grama) e Gilberto Menezes (Embrapa).

No Grupo 2, com 191 animais que entraram com idade média de 15 meses, a de melhor desempenho foi RN 234, filha de SCR 6001S na doadora Fiuca, filha de Spartacus da Agir, criada pelo R3 Senepol, de Bom Jesus de Goiás/GO. A segunda colocada foi ZB 183 (WC 850 x Luar 876 / CN 5K), sociedade de Bela Vista Senepol e ZB Senepol, que fez também em parceria com a Grama a terceira campeã, GRAZ 130 (PRR 714F x GENE 771 / Caribe 35 da Genetropic), portanto irmã própria da campeã do Grupo 1. Outras 25 novilhas de 15 criatórios de todo o Brasil se qualificaram Safiras Top 10. Foram 70 as novilhas classificadas como Safira Superior.

Premiação da campeã do Grupo 2, RN 234: (da esquerda) Itamar Netto (ITA Senepol, representando o ganhador Róbson Netto Rodrigues, da R3 Senepol), José Antônio Fernandes Netto (Grama) e Gilberto Menezes (Embrapa).

Premiação da campeã do Grupo 2, RN 234: (da esquerda) Itamar Netto (ITA Senepol, representando o ganhador Róbson Netto Rodrigues, da R3 Senepol), José Antônio Fernandes Netto (Grama) e Gilberto Menezes (Embrapa).

Entre os técnicos que participaram do evento houve consenso de que o programa é uma grande contribuição para o melhoramento genético da raça, uma vez que identifica os melhores indivíduos que podem ser multiplicados.

Responsável pela avaliação reprodutiva, tanto Escore da População Folicular (indicação de produtividade) como Escore do Trato Reprodutivo (precocidade), Júnior Paupério revelou um índice 25% superior na contagem de folículos do grupo de novilhas avaliadas na edição 2016.2 do teste.

Em outra palestra, a doutora Liliane Sugisawa, representando a DGT Brasil, responsável pela ultrassonografia de carcaça, identificou no programa animais que podem contribuir para o mercado de carne gourmet que tanto se busca, dando a condição de produzir touros que farão os bezerros que irão para o gancho na idade certa, com a cobertura de gordura adequada e o marmoreio que será consequência de um manejo menos estressante.

A genética determina o resultado financeiro na pecuária de corte e o Senepol é a raça no Brasil mais respeitada pela produção de valor agregado, a que mais usa a tecnologia com esse objetivo e pode ajudar o Brasil a colocar mais carne de qualidade no Exterior”, declarou, elogiando os selecionadores que inscreveram suas novilhas.

Outra fala muito aguardada foi a de outro estreante em Safiras, doutor Fernando Garcia, especialista em avaliação genômica, que está para entrar no programa com base nos dados fornecidos pelo Safiras para o Geneplus, da Embrapa, nas últimas três edições. Primeiro, ele elogiou o uso de tecnologias que geram os dados do programa e o reconhecimento disso por parte dos criadores. Depois, disse que o Safiras é um adiantamento do que a genômica pode contribuir para cumprir a meta de acelerar e uniformizar a seleção dos melhores indivíduos para qualquer característica que se busque. “Não se faz melhoramento genético sem medir e a genômica é um caminho sem volta, mas mesmo com ela é preciso medir, para definir o objetivo de seleção da raça, como o Safiras está fazendo, dando um passo importante na identificação de fenótipos que valem ouro com um volume tão grande de informações”, declarou o professor da Unesp Araçatuba/SP.

06_7SafirasTop10-2016-2

Safiras Top 10 qualificadas no programa foram 16% das inscritas em cada grupo.

Marcelo Neves Ribas, da Intergado, detalhou o comportamento das novilhas dos dois grupos nas visitas aos cochos eletrônicos, tempo e efetividade de consumo e os resultados da eficiência alimentar. Falou também do consumo maior de água nos bebedouros eletrônicos nos dias mais quentes. E mostrou a grande novidade da última edição, uma análise da sensação térmica dos animais durante a prova, realizada integralmente no período mais quente do ano.

A Intergado descobriu um estresse térmico relevante na maior parte da prova, sem que isso interferisse significativamente no consumo de alimentos e na sua conversão. Um equipamento da Intergado com quatro sensores (três de temperatura e um de umidade), foi instalado no local do teste e gerou esses dados.

Foi uma demanda do Júnior Fernandes conhecermos o comportamento térmico dos animais”, afirmou Marcelo Ribas, anunciando que no futuro próximo um estudo que a Embrapa concordou em fazer sobre esses dados pode render um selo de produto tropical para os animais avaliados, com a chancela de que eles estão aptos a produzir aquilo a que se destinam como taurinos adaptados.

Ele também programou para a próxima edição o uso de um dispositivo acoplado ao brete para medir a reatividade das novilhas, quando forem manejadas no curral para outras avaliações.

06_8Safirascurral2016-2

Safiras do Senepol no curral da Fazenda da Grama, aguardando visita para serem apresentadas aos criadores.

Gilberto Menezes, da Embrapa, falou da importância dos dados gerados pelo Safiras e disponibilizados para o Geneplus. Explicou que a divisão em dois grupos com intervalo máximo de 90 dias de nascimento das inscritas em cada um deles foi feita para haver maior justiça na adequação das idades e para permitir uma melhor comparação entre as participantes de cada grupo.

Grupo de Safiras que voltam para suas origens para iniciar o trabalho reprodutivo que vai espalhar genética pelo Brasil.

Grupo de Safiras que voltam para suas origens para iniciar o trabalho reprodutivo que vai espalhar genética pelo Brasil.

Para ele, o programa cresceu em volume e a qualidade também ficou mais evidente. “São muitas as informações coletadas e de maneira muito segura por todos os técnicos que avaliam, por isso o resultado dá muita segurança para o selecionador e para quem quer investir na genética dessas fêmeas qualificadas”, declarou o pesquisador, responsável pelo anúncio da classificação final segundo o ranqueamento estabelecido pelo software da Embrapa que compila todos os dados da prova.

Sua fala culminou com a premiação e entrega dos certificados para as Top 10 e dos troféus confeccionados para as três campeãs de cada grupo, uma novidade desta edição e uma motivação a mais para que os selecionadores programem a escolha de suas melhores fêmeas jovens na fazenda para a edição 2017.1, que começa em maio e vai até setembro.

03_3TrofeusSafiras2016-2

Troféus para as três melhores de cada um dos dois grupos foi a novidade da premiação do Safiras do Senepol 2016.2.

SAFIRAS DO SENEPOL

RESULTADOS 2016.2

Grupo 01

Nome Nascimento Pai Mãe/AVÔ Criador
GRAZ122 23/07/2015 WC 754A GENE 771/Caribe 35 Grama/ZB
BRM01401 03/06/2015 Flor de Mayo JAJ 733-07/SOL 100 Brandamundo
FOGO0332 23/07/2015 CN 1029S Paranoá 124/SCR 6001S Interfogos

1 Propriedade Arroba Senepol / Ipê Senepol / RF Senepol

2 Propriedade Paranoá Senepol / Santa Helena / ZB Senepol

 

Grupo 02

Nome Nascimento Pai Mãe/AVÔ Criador
RN0234 03/10/2015 SCR 6001S Fiuca/Spartacus Agir R3 Senepol
ZB01831 05/08/2015 WC 850 Luar 876/CN 5K ZB Senepol
GRAZ130 23/09/2015 PRR 714F GENE 771/ Caribe 35 Grama/ZB

1 Propriedade Bela Vista Senepol / ZB Senepol

 

PRÓXIMA EDIÇÃO: 2017.1

Nascimento Chegada dos animais Encerramento
01/11/2015 a 30/04/2016 27/05/2017 29/09/2017

Mais informações: www.senepoldagrama.com.br

Esta entrada foi publicada em Destaques, Notícias, Noticias Safiras. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.