Objetivo

São amplas as vantagens com as informações geradas no Topázio

GILBERTO MENEZES – Pesquisador da Embrapa e coordenador do Geneplus, responsável por conduzir os rankings dos programas Safiras e Topázio do Senepol

O programa Topázio do Senepol tem como objetivo avaliar animais machos da raça Senepol, a fim de identificar touros jovens melhoradores. A infraestrutura utilizada permite uma avaliação acurada e ampla dos animais para uma série de características de importância econômica. Além das conhecidas medidas de desempenho e funcionalidade, avalia-se qualidade de carcaça e eficiência alimentar, atributos de grande relevância na pecuária de corte moderna.

Destaca-se a equipe técnica responsável pela condução do programa, a qual é composta por profissionais das mais diversas especialidades, como nutrição, reprodução, genética e qualidade de carcaça.

Importante contribuição tanto ao melhoramento genético da raça quanto à pecuária de corte brasileira tem sido dada. Além de identificar animais jovens superiores para serem usados nos rebanhos de seleção, contribuindo para a redução do intervalo de geração e manutenção da variabilidade genética, o Topázio do Senepol é rica fonte de dados para pesquisas científicas e para a avaliação genética nacional da raça.

O pecuarista que utiliza o Senepol em cruzamentos para produção de carne é também um grande beneficiário do programa, pois tem à sua disposição uma vasta gama de informações para auxiliá-lo na aquisição dos reprodutores que melhor se encaixarão em seu negócio.

 

Ultrassonografia de carcaça permite encontrar nossa carne gourmet

LILIANE SUGUISAWA – Diretora na empresa DGT-Brasil

Com o objetivo de promover avanços no melhoramento genético da raça Senepol, os programas Safiras e Topázio selecionam os melhores indivíduos através de avaliações de características de interesse econômico. As provas, realizadas com rigor científico, trazem informações essenciais para criadores que desejam se destacar no mercado.

Além do resultado de desempenho, reprodução e eficiência alimentar, podem ser encontradas também as medidas de Ultrassonografia de Carcaça Software BIA, fornecido pela DGT Brasil. Os dados, obtidos através da tecnologia que os EUA utilizaram para o melhoramento genético e avaliação de carcaça do rebanho Angus desde 1995, possibilitam avaliar o potencial genético do animal quanto à musculosidade e rendimento de cortes cárneos (AOL), precocidade de acabamento e sexual (EGS) e produção de carne de qualidade e gourmet (MAR). Dadas as altas herdabilidades, com o mapeamento e seleção genética dos indivíduos, é possível maximizar a produtividade, eficiência e qualidade da carne do seu rebanho de maneira precisa e rápida.

Os criadores que se beneficiam dessa ferramenta, somado às diversas outras informações coletadas no Safiras e Topázio do Senepol, possuem o poder de direcionar o melhoramento genético do seu rebanho de forma eficiente, o que se torna uma grande vantagem frente ao mercado cada vez mais competitivo da produção de carne de alto rendimento e qualidade.