Safiras do Senepol bate recorde de 230 fêmeas em avaliação na Grama

Novilhas em teste no programa Safiras do Senepol, na Fazenda da Grama: recorde de 230 inscritas.

Novilhas em teste no programa Safiras do Senepol, na Fazenda da Grama: recorde de 230 inscritas.

O programa Safiras do Senepol volta a bater recorde. A edição 2015.1 começou no final de maio, na Fazenda da Grama, em Pirajuí/SP, com a participação de 230 novilhas de 51 criatórios diferentes. É o maior número de jovens fêmeas inscritas no programa, que foi implantado em 2009 com o apoio do grupo Parceiros do Senepol e que passa, com os números atuais, das 1.400 novilhas avaliadas pelo teste, que já foi premiado internacionalmente como de grande relevância para o melhoramento genético da raça no Brasil e no mundo.

“É uma clara demonstração da conscientização dos criadores quanto à importância de se qualificar, de respeitar o mercado”, afirma Júnior Fernandes, titular da Grama Senepol e gestor de Produtos da S+. “Essa prova se consolidou por causa da responsabilidade que há na comercialização apenas de produtos comprovadamente superiores”, emenda.

Cocho eletrônico mede também consumo de água e pesa automaticamente as novilhas em prova no Safiras do Senepol, na Fazenda da Grama.

Cocho eletrônico mede também consumo de água e pesa automaticamente as novilhas em prova no Safiras do Senepol, na Fazenda da Grama.

Na atual edição, novilhas entre os 14 e 16 meses de vida passam pelos 21 dias de adaptação na fazenda e, em seguida, por 150 dias, começam a ser avaliadas em sete características economicamente impactantes para a pecuária de corte (ganho de peso, avaliação carcaça, eficiência alimentar, frame, escore do trato reprodutivo, população folicular e visual), com escores que as classificam em um ranking. “O que chama atenção é a diversidade genética que temos nesse grupo contemporâneo, porque são 46 pais e 54 avôs maternos diferentes na linhagem das participantes”, enumera Júnior.

Há quatro anos, a prova passou a ter duas edições anuais e, há dois, a classificação ganhou um pódio com as três mais bem ranqueadas. O regulamento continua qualificando como Safiras Top 10 apenas 10% das inscritas – outra parte delas ganha a chancela de Safira Elite ou Superior, que as torna aptas também a fornecer material genético para as biotecnologias de reprodução, como FIV e TE.

Isso significa que, pelas premissas que regem o programa, da atual edição 23 novas doadoras Top 10 se credenciarão para vender embriões nos eventos comercias coordenados pela S+.

Esta entrada foi publicada em Notícias, Noticias Safiras e marcada com a tag , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.