Fazenda da Grama inicia obras para ampliação do Safiras do Senepol

Obras de ampliação do sistema Intergado, na Fazenda da Grama, em frente à estrutura já existente: estreia pode ser em novembro deste ano. (Foto: Divulgação Grama Senepol)

O programa Safiras do Senepol acaba de bater recorde de participação e já se movimenta para crescer. Começaram em agosto as obras para ampliação da estrutura que abriga o teste na Fazenda da Grama, em Pirajuí/SP. Em parceria com a Intergado, mais 24 cochos eletrônicos serão instalados ainda este ano, a fim de dobrar a capacidade de participação de novilhas de todo o Brasil na prova que qualifica as doadoras dos criadores participantes, com coordenação técnica da S+.

A edição 2015.1 começou no final de maio, com a participação recorde de 230 novilhas de 51 criatórios diferentes. É o maior número de jovens fêmeas inscritas no programa implantado em 2009.

Desde 2013, o programa conta com a medição de eficiência alimentar pelo sistema 100% automatizado instalado na fazenda pela Intergado. Cada cocho é também uma balança, que identifica por meio de um tag instalado na orelha das novilhas para identificar quem entra para comer e quanto come, baseado no peso da sobra de comida no cocho registrada até a entrada do animal seguinte.

A informação é enviada imediatamente aos computadores da empresa, que compila os dados com a Universidade de Viçosa e gera os números de desempenho de cada animal.

Novilhas se espalham no piquete da Fazenda da Grama: 230 inscritas para o Safiras é  número recorde na prova. (Foto: Divulgação Grama Senepol)

Novilhas se espalham no piquete da Fazenda da Grama: 230 inscritas para o Safiras é
número recorde na prova. (Foto: Divulgação Grama Senepol)

“Agora, com mais 24 cochos, a gente poderá dividir melhor os grupos contemporâneos das novilhas inscritas para um mesmo teste, sem mexer no calendário e acomodando melhor os grupos”, explica Marcelo Neves Ribas, da Intergado. Ele confirma, também, a instalação de mais seis bebedouros também automatizados com plataforma que pesa os animais cada vez que entram para beber água.

“Dobrando a nossa capacidade, vamos dar chance de mais criadores inscreverem mais novilhas selecionadas em cada fazenda para qualificação de doadoras, permitindo que elas exprimam na prova o seu potencial máximo”, acrescenta Júnior Fernandes, da S+ e da Grama Senepol.

Ele reforçou que as premissas do programa permanecerão e as novilhas serão classificadas em sete características econômicas de grande relevância (envolvendo morfologia, carcaça e reprodução, mais eficiência alimentar) e que 10% delas poderão receber a chancela Safiras Top 10, tirando as três campeãs do teste – outra parte delas ganha a chancela de Safira Elite ou Superior, o que as torna aptas também a fornecer material genético para as biotecnologias de reprodução, como FIV e TE, e vender produtos nos leilões organizados pela S+.

A nova estrutura, construída em frente à que existe há três anos na Grama, fica pronta para a edição 2015.2 do Safiras do Senepol, que começa em novembro deste ano e termina em maço de 2016. A edição atual termina em setembro.

Esta entrada foi publicada em Notícias, Noticias Safiras e marcada com a tag , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.