Dia de campo em Juína (MT) mostrou os benefícios da raça Senepol para o Brasil


Jorge Basílio e Família, Equipe de colaboradores da Fazenda e S+(Junior Fernandes e Alex Marconato).
No último dia 12 de agosto aconteceu na Fazenda Vitória Régia, em Juína (MT), durante a exposição agropecuária da cidade, o 2º Dia de Campo daquela propriedade, comandada pelos Irmãos Basílio. A coordenação do dia de campo foi da S+, através de Junior Fernandes e Alex Marconato.
Mais de 270 pecuaristas participaram do evento, que contou com palestra sobre IATF (inseminação artificial por tempo fixo), através do médico veterinário Ocilon Gomes de Sá Filho, coordenador técnico de bovinos da Pfizer Saúde Animal, apresentação do gado Senepol e da raça Wagyu, e almoço para os participantes.

Abertura do Dia de Campo – Fazenda Vitória Régia
“Faz três anos que estamos, em parceria com o Jorge Basílio e seus familiares, mostrando aos pecuaristas da região, todas os benefícios do uso da raça Senepol. Hoje o Senepol já se consolidou em Juína – MT””, destaca Junior Fernandes.
Para Jorge Basílio, a maior prova disso é que quem usou o touro Senepol nos anos anteriores, voltou a comprar nesta edição do Dia de Campo. “Estamos extremamente satisfeitos com os resultados do Senepol e com a parceria com a Fazenda da Grama”, finaliza.

A viagem de Cuiabá para Juína – 12 horas…””Senepol… Senepol… SenepolMais””.
Raça Senepol
Uma raça que adquiriu credibilidade pelo seu potencial genético, fácil adaptação, precocidade e qualidade de carne reconhecida no mercado, já conquistou espaço entre os agropecuaristas, com aceitação de modo geral em todas as regiões do país. Esse é o Senepol, que ainda é recente no Brasil – está por aqui desde 1995, quando foram importadas as primeiras doses de sêmen, envolvendo líderes genéticos da raça.
O Senepol nasceu na Fazenda Grenard’s Estates, de Henry C. Neltropp, localizada nas Ilhas Virgens (Saint Croix), no século 19. Com o cruzamento entre o N’Dama e o Red Poll, surgiu esta nova raça, com os atributos de precocidade, eficiência maternal, ausência de chifres, cor vermelha, tolerância ao calor e docilidade.
Os animais Senepol têm grande capacidade de sobreviver em condições extremamente adversas de clima e temperatura. A raça prova nos confinamentos que é um animal de alta performance, produzindo uma carne com excelente qualidade de maciez. O abate técnico da raça atingiu resultados incríveis, que comprovam o potencial da mesma. O Senepol foi cruzado com fêmeas ½ sangue, resultando em 50% Senepol, 25% sangue europeu e 25% sangue zebuíno. O abate foi feito com animais de 21 meses e 18,5 arrobas, criados e confinados por um período de 90 dias.

Esta entrada foi publicada em Notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.