72ª ExpoGrande, Campo Grande, MS: Força do Senepol é pista para todos os gostos

Raça composta, voltada para a produção de carne, dá as cartas na maior mostra pecuária do Estado
Casa cheia e pista limpa. Assim transcorreu um dos momentos mais esperados para o comércio de raças compostas na 72ª ExpoGrande, na capital sul-matogrossense Campo Grande. O 3º Leilão Força do Senepol ocorreu na noite de 26 de março, no Tatersal I do Parque de Exposições Laucídio Coelho, na Acrissul.
Na avaliação do promotor Roberto Coelho, os resultados foram excelentes. A oferta de 207 animais, incluindo gado de corte e de elite, arrecadou o montante de R$ 514.430.
Os bezerros abriram a noite, com preço médio na casa dos R$ 900. Todos eram machos, na faixa dos 12 a 18 meses. Foram 117 animais, pelo valor de R$ 107.120.
No grupo de seleção, as vendas se dividiram entre fêmeas de campo e doadoras. Do primeiro grupo saíram 34 ofertas, ao preço médio de R$ 1.600. A maioria da oferta foi garantida pelo promotor Ivo Frederico Reich. Foi dele, também, a maioria das matrizes de elite, cotadas a R$ 10.960. Duas fêmeas alcançaram o valor máximo de R$ 20 mil.
Nos touros, a procura foi por animais de campo, prontos para o trabalho de monta. Apresentados em 46 lotes, os reprodutores totalizaram R$ 247.210, para a média geral de R$ 5.374. Os preços foram parelhos, com lance máximo de R$ 9 mil para Mármore do Ita, filho de CH Profit 10 J com GST Arena 22 ET. O animal, levado ao evento por Jair dos Santos, foi adquirido pela Fazenda Passatempo, de Sidrolândia, MS. À frente do criatório está Jaime Inácio Bernardy. A cotação média dos touros equivale a 72,6 arrobas de boi gordo para pagamento à vista na praça sul-matogrossense (R$ 74/@).
Durante o evento, os promotores anunciaram uma parceria fechada com a Embrapa Gado de Corte, para uma avaliação genética com base nos projetos nacionais de carne. “”Com o apoio da Embrapa poderemos confirmar que o Senepol produz carne macia e de forma precoce para atender o exigente mercado brasileiro””, avalia Roberto Coelho.
Os negócios foram coordenados por Agnaldo Agostinho, sob organização da Leiloboi. A transmissão ficou a cargo do Canal do Boi. Pagamento: 20 parcelas (2+2+2+2+12).
Fonte: Portal DBO

Esta entrada foi publicada em Notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.